4.9
(15)
obrigatoriedade da brigada de incendio

Você já se perguntou qual é a obrigatoriedade da brigada de incêndio em um estabelecimento? Saiba mais a seguir. 

Muitas pessoas não tem certeza sobre a obrigatoriedade da brigada de incêndio na sua empresa, nem como proceder. 

Antes de descobrir se esse é um mecanismo obrigatório para você, é preciso refletir se ele é fundamental independente da obrigatoriedade ou não. 

O que é uma brigada de incêndio?

A brigada de incêndio nada mais é do que um grupo de pessoas treinadas, sejam voluntárias ou não, organizado e capacitado para atuar na prevenção ou combate a princípios de incêndio, além de prestação de primeiros socorros dentro  de um estabelecimento. 

Parece imprescindível para a segurança do seu local e dos seus funcionários, certo? 

Mas afinal, qual é a obrigatoriedade da brigada de incêndio?

É obrigatório possuir uma brigada de incêndio?

A resposta dessa pergunta é variável, porque a obrigatoriedade da brigada de incêndio muda de acordo com a região do país.

No entanto, na maioria dos estados brasileiros a regra é: empresas que possuem mais de 20 funcionários em sua grade precisam contar com uma brigada de incêndio.

Para ter certeza da sua situação e da obrigatoriedade da brigada de incêndio no seu estabelecimento, consulte as Normas Técnicas ou as Instruções técnicas dos Bombeiros.

Apesar de não ser uma regra existente para todas as empresas, já que nem todas elas conta com a quantidade de funcionários necessária para formar um time de brigada de incêndio, não quer dizer que não seja necessário.

Por ser uma medida de cautela e segurança, contar com uma brigada de incêndio no seu estabelecimento cuida do bem estar de todos os seus colaboradores e também das pessoas que transitam diariamente pelo local. 

Em uma empresa menor, o ideal é que ao menos uma pessoa se capacite e seja instruída com treinamentos de prevenção e combate a incêndio

Sempre existem possibilidades de vulnerabilidade, mesmo em pequenas empresas, já que todas fazem uso de eletricidade, geralmente também de gás encanado, ar condicionado e etc. 

É preciso se dar conta da vulnerabilidade do seu ambiente, ainda que pequeno.

Por mais que não haja a obrigatoriedade da brigada de incêndio no seu caso, é imprudente contar com a sorte, especialmente quando o que está em jogo são as vidas dos seus colaboradores e o seu patrimônio. 

É sempre melhor investir na prevenção do que ter que remediar prejuízos incalculáveis. 

Em boa parte dos casos, o grupo de brigadistas é estritamente voluntário, já que é também uma preocupação dos próprios funcionários cuidar da segurança do local onde passam boa parte do seu dia. 

É importante que haja estímulo da parte do empregador para a formação da brigada de incêndio. Isso trará maior garantia de segurança para todos os presentes no local.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.9 / 5. Número de votos: 15

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Você tem alguma dúvida ou precisa de nossos serviços?

Fale conosco!
Olá! Como podemos ajudar?